Mulher de diretor, Fontenelle diz tinha obstáculos na Rede Globo

Antonia Fontenelle tem 39 anos (Foto: AgNews)

A atriz Antonia Fontenelle, de 39 anos, agora faz parte do elenco da Rede Record. Por ser casada com o diretor e ator Marcos Paulo, 61 anos, a atriz confessou que sempre encontrou empecilhos para poder exercer seu trabalho na Globo, mas que está otimista com a nova fase. A informação é do site"F5", nesta quarta-feira (19).

Leia também:
Antonia Fontenelle, mulher de Marcos Paulo, pode aparecer nua na "Playboy"
Irritada, Antônia Fontenelle quer distância do Pânico

Em uma coletiva de imprensa de "Balacobaco", nova novela da Record, realizada na terça-feira (18), Fontenelle falou sobre Marlene, sua personagem na trama. Ele interpretará uma mulher que não vê a hora de enriquecer, para poder suprir o seu estilo de vida de perua. Por isso, vive com um homem muito mais velho, com quem se casou para se beneficiar do dinheiro.

"Muitas amigas falaram para eu não ir para a Record, que eu não ia aparecer. Mas, por que não? Escolher canal? Se eu quisesse estar na vitrine, ia trabalhar de puta na Holanda", explicou a atriz, sobre a sua animação com o trabalho na nova emissora. Quando participou da 16ª temporada de Malhação, em 2009, Antonia ouviu críticas de que teria sido favorecida pela posição do marido. "Marcos disse que as pessoas achariam que tinha sido indicação dele, mas não liguei, eu precisava trabalhar", contou a atriz.

A ida para a Record vem justamente num momento em que Fontenelle quer se arriscar sem precisar ouvir esse tipo de insinuação. "Vim [para a Record] para cortar esse cordão umbilical. Tenho ótima relação com os diretores da Globo, mas eu nunca pedi emprego para não colocar o Marco e seus amigos numa saia justa. E, com isso, eles acham que você não quer, não tá a fim", falou Antonia, sobre suas motivações.

Recentemente, Antonia recusou um convite para participar do reality show "Mulheres Ricas", da Band. Justificou dizendo que não tem tanto dinheiro assim para participar desse tipo de programa. E na coletiva, também falou sobre sua carreira. "Teatro eu faço desde os anos 90, sempre com casa cheia, trabalho muito. As pessoas acham que sou rica, que vivo de pernas para o ar na beira da piscina, mas não é verdade", ela disse. A menção ao sertão diz respeito às suas origens, já que, apesar de ter nascido em Brasília, mudou quando ainda era pequena para o Piauí e lá cresceu.

A mudança de canal não trouxe brigas ou desavenças, no entanto. "Me dou muito bem com todo mundo e tenho uma parceria incrível com a Globo Filmes, me orgulho disso e de ainda assim trabalhar na Record. Quero transitar por todos os lados", explicou a atriz, que atuou e assinou o argumento do filme "Assalto ao Banco Central", dirigido por Marcos Paulo e distribuído pela Globo Filmes.

Carregando...