Memória Clipe – Ricardo Spencer, o diretor das lembranças afetivas

Guilherme Bryan
Remix
31 de janeiro de 2012

O videoclipe "Que bloco é esse?", que uniu o cantor paulista Criolo ao grupo baiano Ilê Aiyè e estreou no último sábado, 28 de janeiro, leva a assinatura do diretor baiano Ricardo Spencer, de 35 anos. Após passar por duas bandas de rock na terra-natal Salvador, Jupiterscope e Mutation Lab, ele se tornou conhecido pela direção de videoclipes de artistas como Pitty, Cachorro Grande e CPM 22. "Eu sou neto de uma atriz que era a primeira dama do teatro baiano, Nilda Spencer, e sempre me incentivou muito no mundo das artes. Tive experiências incríveis ao lado dela, vendo-a ensaiar e junto com artistas, o que me enriqueceu muito culturalmente. Também sempre fui um aficionado por música e frequentador assíduo de shows de rock. Parecia perfeito juntar cinema e música", garante.

"Uma característica minha é fazer videoclipes fugindo da estética frenética e indo para uma linguagem mais cinematográfica, que é mais minha formação. Por isso, faço planos longos, como no início de 'Déja Vu', que tem trinta segundos e sem cortes, o que foge do padrão", analisa. Com relação ao método de trabalho, Spencer prefere não ouvir a ideia da banda antes de escutar a música e escrever o roteiro. "Daí eu brinco com a sugestão da banda e com a minha peça. Quando o artista já vem com a ideia pronta, pode afetar o processo criativo", acrescenta.

Estudante de cinema da UCLA (University of California, em Los Angeles), Ricardo Spencer foi entregador de comida nos Estudos Unidos e prepara um livro de contos a respeito dessa experiência. Também atuou como assistente de direção nos longas-metragens "Cidade Baixa" (2005) e "Quincas Berro D'Água" (2010). Agradecendo a força dada pelo também diretor Mauricio Eça e Raul Machado, ao chegar em São Paulo e se declarando apaixonado pelo "vintage", o realizador indica abaixo as produções mais marcantes das cerca de 35 que acredita ter realizado.

Brincando de Deus - Spleen. 2004

Típico clipe de iniciante, utilizando a banda preferida entre os amigos. Usamos uma câmera vhs do pai do baixista Dalmo, e editei com dois vídeocassetes, no play/rec/pause. Como tudo tinha que ser de graça, usamos de locação uma boate em construção já com luzes instaladas e uma cadeira de rodas como travelling. Para o meu azar, toda a edição foi por água abaixo quando Dalmo resolveu inserir uma imagem minha ao final do clipe, tirando tudo de sync.

     

Memórias — Pitty, co-dirigido com Alexandre Guena. 2005

Para quem havia pedido pra Pitty, minha amiga desde os 15, apenas para trabalhar como assistente nos seus clipes, ganhar a direção logo após me mudar para São Paulo não foi nada mal. Ainda mais quando o clipe leva o VMB e Prêmio Multishow de 2006 na categoria clipe do ano. Meu primeiro clipe com um bom orçamento e que nos proporcionou trabalhar com grandes nomes como Carlos Ebert, diretor de fotografia de "O Bandido da Luz Vermelha".

     

Déja Vu - Pitty. 2005

Momento em que o videoclipe passou a fazer parte da minha vida, já diversificando as linguagens, e trabalhando mais com o cinema. "Déjà Vú" é muito especial pra mim, e é uma visão sobre a impessoalidade de grandes centros. Numa referência ao Flautista de Hamelin, o clipe ainda consegue terminar positivamente, mesmo com a carga da locação (Rua Aurora) e todas as tentativas de sabotagem por parte dos traficantes da cracolândia, deixando de lucrar, uma vez que a produção do clipe dominava as ruas.

Acerto de Contas - Sangria. 2006

Meus amigos de longa data me convidaram pra fazer este clipe, cuja música era baseada em fatos reais, quando numa discussão de trânsito, o irmão do vocalista foi baleado, felizmente sobrevivendo. Muito especial este também, que conta com a atuação de minha avó Nilda e outro grande ator baiano, Wilson Mello. Utilizando flashbacks e surrealismo, foi gravado nas ruas do centro histórico de Salvador.

Bom Brasileiro - Cachorro Grande. 2006

Já gostava dos caras do Cachorro Grande antes de conhecê-los, o que aconteceu assim que cheguei em São Paulo, pois já eram grandes amigos dos baianos paulistanos. A idéia veio deles, simples assim: "Filma nóis chumbando em Copacabana!". Acabou acontecendo em Ipanema, num dia nublado, o que fez toda a diferença nesse pequeno cult que tanto gosto. Filmado com a Super 8 de 1971, presente de minha avó.

Pernambuco Chorou - Terminal Guadalupe. 2007

Fui contratado por uma banda que não conhecia, de curitibanos gente fina. Conheci o ator, Santos Chagas, também em Curitiba, e ele fez toda a diferença do clipe. Roteirizei no caminho pra cidade e após visitar a locação, uma cadeia destivada. Flashbacks, flashforwards e fantasia fazem deste o meu roteiro mais complexo.

Roda Gigante - Cachorro Grande. 2007

Novamente com a Super 8 em mãos, desta vez partimos para a cidade onde ficava localizada a fazenda da família de Marcelo Gross, o guitarrista da banda, na fronteira com o Uruguai. O clima do lugar e o povo local fez com que o roteiro que fosse sendo feito na hora e tendesse para algo sobrenatural, onde o lugar continua e vidas começam e acabam por ali.

Nossa Música — CPM 22. 2008

Curta urbano sem banda, que fala sobre desencontros. A opção pela noite e o cenário do Minhocão acentuam o vazio. Os anônimos em suas ações individuais e solitárias, permeiam o casal recém-separado. E o desencontro é mostrado quando, apesar de muito próximo, o casal não se vê.

Só Agora - Pitty. 2010

Pitty havia sonhado com um momento de felicidade entre amigos. Se é sonho, é hora de ativar a Super 8. O resultado é essa colagem de momentos de um dia especial. Clima vintage e referências da época citada. 1976.

Addictions - The Cigarretes. 2011

Fiz esse videoclipe da banda carioca The Cigarretes, inspirado na estética dos screen tests (realizados pelo artista pop Andy Warhol, entre 1964 e 1966). Ou seja, só com um cara olhando para a câmera e fumando, em preto e branco.

Veja também

California Dreamers

Find out why this tiny stage in the middle of California’s Mojave desert attracts big musical talent.

Some Soups Are Worth Melting For

Find Elsa, Olaf, and all your favorite Frozen characters on Campbell's soup cans in a store near you!

Luxury estate homes on 1/3-1/2 acre homesites

Single-family homes on large wooded homesites, centrally located to I-95, Rt. 234 and I-66. From the mid $500s.

Swimpants season is here!

Choose the only swimpant with easy open sides.

VA Mortgage Rates In 2016

VA Rates as Low as 3.25% (3.405% APR) 30 Year Fixed. Exclusive For Veteran & Military Takes 1 Min!

99 Retirement Tips from Ken Fisher

Tip #18: Beware of Annuities. If you have a $500,000 portfolio, get all 99 tips by downloading “99 Retirement Tips from Ken Fisher”.