Coreia do Norte lembra 1º aniversário da morte de Kim Jong-il

Seul, 16 dez (EFE).- A Coreia do Norte realiza neste sábado uma cerimônia em Pyongyang para comemorar o primeiro aniversário da morte de Kim Jong-il, que morreu no dia 17 de dezembro de 2011 e que foi sucedido por seu filho mais novo, Kim Jong-un.

Segundo a agência estatal norte-coreana "KCNA", no "serviço memorial nacional" realizado em Pyongyang esteve presente o jovem Kim, que no último ano se consolidou como novo líder da Coreia do Norte dando continuidade às políticas de seu pai.

A agência sul-coreana "Yonhap" indicou que a televisão do país vizinho retransmitiu ao vivo o ato, que aconteceu em um estádio da capital norte-coreana na presença de milhares de militares.

Durante o evento, Kim Yong-nam, chefe do Presidium da Assembleia Popular Suprema e considerado número dois do regime norte-coreano, louvou as "conquistas" do falecido Kim Jong-il e atacou contra o "imperialismo dos EUA".

Embora se desconheçam os atos que se acontecem amanhã, dia do aniversário da morte de Kim, a imprensa sul-coreana apontam que possivelmente a Coreia do Norte lhe prestará homenagem no Palácio Memorial de Kumsusan, onde está enterrado.

A cerimônia aconteceu apenas dois dias depois de outra grande celebração em Pyongyang pelo bem-sucedido lançamento, no último dia 12, de um foguete de longo alcance que conseguiu pôr em órbita pela primeira vez um satélite norte-coreano. EFE

Carregando...
Enquete
Carregando...
Opções de escolha da enquete