Feliz aniversário, Gilberto Gil!

Músico e político baiano completa 71 Anos neste sábado

Foto: Agência Estado

"Há várias formas de se fazer música brasileira: Gil prefere todas". A frase de Torquato Neto citada no livro Noites Tropicais de Nelson Motta sintetiza em poucas palavras a obra de Gilberto Gil, músico baiano que completa 71 anos no dia 29 de junho. Como um dos compositores mais reverenciados e regravados da MPB (Música Popular Brasileira), Gil contabiliza mais de 50 álbuns lançados desde 1967, mas sua importância não se limita apenas à música. Gilberto Gil também participa de movimentos sociais e políticos para fomentar a cultura, além de sempre se manter antenado com as novas possibilidades da interação digital.

Nascido no bairro do Tororó, em Salvador, Gilberto Passos Gil Moreira começou na música tocando acordeon na academia do colégio Maristas, influenciado pela música de Luiz Gonzaga . Ao ganhar um violão da mãe Claudina, Gil também passou a se interessar pelo trabalho de João Gilberto . Mal saberia ele que, anos depois, o próprio João Gilberto gravaria uma música sua ("Eu Vim Da Bahia").

Durante o curso de Administração de Empresas na faculdade, Gil fez novas amizades que mostraram importância decisiva em sua vida musical (e também na do Brasil): Caetano Veloso , Maria Bethânia , Gal Costa e Tom Zé . Com os amigos, o compositor realizou sua primeira apresentação, na inauguração do Teatro Vila Velha, em junho de 1964. O contato com parceiros igualmente talentosos fez com que Gil investisse em sua faceta musical, misturando ritmos brasileiros como samba, baião e xaxado com elementos de música africana, norte-americana e reggae jamaicano.

Em 1965, Gilberto Gil fez sua primeira apresentação em São Paulo, cantando a música "Iemanjá", no V Festival da Balança, evento universitário promovido pelo diretório acadêmico da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie. Mas somente após participar do programa de televisão "O Fino da Bossa" (comandado por Elis Regina), Gil alcançou o sucesso e deixou seu emprego na empresa Gessy Lever. De contrato assinado com a Philips, lançou seu primeiro LP, "Louvação", em 1967. No mesmo ano, o compositor também causou alvoroço ao apresentar a canção "Domingo no Parque" ao lado d'Os Mutantes no III Festival de Música da Record; estava ali representada na TV a semente do Tropicalismo.

Pagination

(3 Páginas) | Ler tudo
Carregando...

YAHOO CELEBRIDADES NO FACEBOOK

Enquete
Carregando...
Opções de escolha da enquete
Carregando...